Qual estilo você procura?

Carregando...

terça-feira, 13 de julho de 2010

Black Metal: Metal das Hordas do Inferno








Se você perguntar a 10 jovens ateus, satânista e alheios à sociedade qual é o estilo de música que traduz a filosofia deles, pelo menos 8 te darão a mesma resposta (depois de te chamarem de emo ou te darem uma surra): Black Metal.
Ele é o terror das mães norueguesas e européias em geral há mais de 30 anos, por levar seus filhos para longe dos caminhos da cristandade e da ordem social vigente e por faze-los mergulhar em um mundo obscuro e amargo de tr00 metaleiros nórdicos de cabelo comprido, voz grave e coração carregado de ódio. Mas de onde veio e quando surgiu esse estilo tão avesso ao bem e à estrutura social ocidental?
Nos anos 80, a liberdade de expressão que foi dada a todas as pessoas desde as revoluções comportamentais que haviam acontecido apenas 20 anos antes, combinada ao descontentamento dos jovens dos países ricos com a Cristandade e o avanço do Ateísmo, geraram um tipo de Metal Extremo, paralelamente ao também nascente Death Metal, que tratava de temas muito delicados, vistos como tabus pelo resto da sociedade, como o inferno, o Demônio, violência, o bem e o mal, alem de muitas outras coisas polêmicas: Era o Black Metal.
Esse estilo surgiu na Europa, em especial na Escandinávia, onde até hoje ( sobretudo na Noruega ) é muito cultuado, e tem vários representantes conhecidos no mundo todo. As bandas que podem ser chamadas de as mais importantes precursoras do gênero são a inglesa Venom, a suíça Hellhammer ( posteriormente rebatizada de Celtic Frost ), a sueca Bathory, a dinamarquesa Mercyful Fate, e por fim a italiana Bulldozer


1 - Venom   2 - HellHammer  3 - Mercyful Fate   4 - Bulldozer
                                 5 - Bathory


Outro artista que merece destaque como um dos precursores do Black Metal é o dinamarquês King Diamond (nome artístico de Kim Bendix Petersen), conhecido pela maquiagem pesada, por shows teatrais e pela extensão vocal (quase um Alice Cooper da Dinamarca xD)




Depois dessas primeiras bandas européias, o estilo se espalhou pelo mundo e chegou à América, mas ainda nos anos 80 surgiu no Brasil uma das bandas mais emblemáticas do cenário mundial, a banda mineira Sarcófago, criada em 1985, junto à várias outras bandas de metal mineiras que depois ganhariam notoriedade, como Chakal, Sextrash, Sepultura e Holocausto.





Essas bandas citadas acima, apesar de serem algumas das mais conhecidas, representam apenas uma pequena parte do cartel do Black Metal. Como foi dito lá em cima, o Black Metal é um estilo de metal extremo muito popular na Escandinávia, motivo pelo qual existem muitas bandas famosas provenientes de países como Noruega e Suécia. Na Noruega, em especial, o Black Metal já foi visto quase como um problema para a sociedade, tendo-se em vista que os jovens noruegueses fãs do estilo muitas vezes nutriam algum rancor, ou até mesmo raiva, pelas instituíções do governo e, acima de tudo, à Igreja. Não foram raros no país incidentes envolvendo membros do clero e igrejas espalhadas pelo país e jovens metaleiros, sobretudo os incêndios criminosos à Igrejas em cidades como Oslo e Bergen no fim dos anos 80 e início dos anos 90, o que levou até mesmo astros consagrados de bandas de Black Metal à cadeia, onde alguns deles continuam até hoje. E fica evidente na postura de alguns expoentes do estilo no país o desprezo que sentem por Deus e pela Igreja, e seu gosto por doutrinas como o Satânismo (que ao contrário do que a maioria das pessoas pensa não é o culto ao demônio, mas sim uma religião que foca o individualismo e o "eu")  mas a razão que foi alegada para esses incêndios e essa perseguição à Cristandade foi a de que os autores desses atos tentavam manter o "Orgulho Escandinavo", estimulando seus seguidores a pertetuar esse tipo de ação e evitar que suas raízes pagãs fossem esquecidas. Outra doutrina que vem ganhando destaque nesse país é o Ateísmo, que também vem ganhando cada vez mais força em toda a Europa, em especial em outros países do norte do continente, como Suécia, Finlândia, Alemanha e Reino Unido. O Black Metal é um estilo muito complexo, e portanto não existe jeito de englobar todas as bandas do estilo simplesmente como "Black Metal". Sendo assim foram criados alguns subgêneros, e aqui vão eles:


 - Blackened Death Metal: Já citado no post sobre Death Metal, é a união dos dois estilos


 - Blackened Doom Metal (ou Black Doom/Dark Metal): Une a temática do Black Metal com a sonoridade lenta do Doom Metal. Algumas bandas do subgênero são:

  - Bethlehem (Alemanha)

  - Forgotten Tomb (Itália)

  - Katatonia (Suécia)

  - Barathrum (Finlândia)



 - Black Metal Melódico: É o subgênero do Black Metal que se utiliza de muitos riffs de guitarra melódicos. algumas bandas do gênero são:

  - Catamenia (Finlândia)

  - Naglfar (Suécia)

  - Agathodaimon (Alemanha)

  - Enslavement of Beauty (Noruega)

  - Equillibrium (EUA)



 - Nazi Black Metal (NSBM ou Black Metal Nacional-Socialista): É literalmente o Black Metal Nazista, ou seja, são bandas de Black Metal que evocam temas como o antissemitismo, o racismo, o Holocausto e a raça Ariana , idéias derivadas dos ideias dos Nazistas. Mas alem desses ideiasm também existe uma vertente de Anticatólicos que deriva desse subgênero, e privilegia a Mitologia Pagã. Algumas bandas desse subgênero são:

  - Graveland (Polônia) Muito irônico não? Eslavos formando uma banda de Metal Nazista

  - Aryan Terrorism (EUA)

  - Nargaroth (Alemanha) Agora sim faz sentido ;]

  - Temnozor (Rússia) O.o' Mais eslavos

  - Absurd (Alemanha)

  - Holdaar (Rússia) D: de novo



 - Symphonic Black Metal: Outro subgênero já citado, no post sobre Symphonic Metal, é a adição de elementos da música clássica ao Black Metal


 - Viking Black Metal (O Grande combo da Escandinávia xD): Basicamente é o Black Metal com adição de alguns instrumentos clássicos do norte europeu e com letras que falam dos vikings e da mitologia pagã escandinava. Algumas representantes do gênero são:

  - Bathory (Suécia) de novo ;]

  - Vintersorg (Suécia)

  - Enslaved (Noruega) curto pra caralho :D

  - Moonsorrow (Finlândia)

  - Einherjer (Noruega)

  - Borknagar (Noruega)



 - Depressive Black Metal: Black Metal pessimista que evoca temas como automutilação, suicídio, niilismo e tristeza. Algumas das bandas do gênero são:

  - Xasthur (EUA)

  - Nocturnal Depression (França)

  - Lifelover (Suécia)

  - Thy Light (Brasil)

  - Nyktalgia (Alemanha)

  - Abyssic Hate (Austrália)



Como sempre, foi difícil escolher uma só banda para comentar e para mostrar aqui (são muuitas bandas boas x-x é foda escolher só uma), mas por fim escolhi uma que me agrada bastante, a banda polonesa Behemoth





Na época da sua formação, por volta de 1991, o Behemoth era uma banda considerada exclusivamente do gênero Black Metal, porem hoje em dia muitas pessoas (inclusive seus próprios integrantes) a classificam como uma banda de Death Metal. Atualmente a banda apresenta influência do Oriental Metal (Heavy Metal com influências sonoras do Oriente), e tal qual a banda americana Nile, apresenta um som bem diferente das outras bandas tanto de Black quando Death Metal. As músicas que se seguem são algumas que eu mesmo selecionei e que eu achei todas elas fodas pra caralho ;]
Espero que todos curtam também:




É isso ai pessoal, esse é o Black Metal que tanto amedronta as mães européias, espero que tenham curtido ^^
E que caminhada pelo Metal tem sido essa :D eu agradeço a todos os True Metaleiros que vem me acompanhando desde o início do Blog. Esse Blog ainda vai crescer muito, mas isso só vai ser possível com a ajuda de vocês, ajuda essa que desde já agradeço
Se você puder, divulgue o Blog para os seus parceiros e para todos os metaleiros por ai, alem daqueles que apenas sentem curiosidade em entender o Metal e suas vertentes, que juntos constituem, para mim, o melhor tipo de música que já existiu e que sempre existirá \,,/
Nossa jornada pelos gêneros do Metal vai caminhando para seu fim. Depois de já termos explorado todos os estilos de Metal, eu vou falar sobre alguns estilos de Rock que se aproximam do Metal, como o Hard Rock, o famoso Grunge de Seattle e o Punk Rock. Agora nós vamos começar um passeio pelos estilos menos conhecidos (Eu mesmo não faço idéia do que vou encontrar daqui em frente ;D Vai ser legal). Meu próximo post ainda será sobre um estilo de Metal bem conhecido, só na preparação para entrar no terreno dos gêneros menos famosos. Ele será sobre o Progressive Metal
Então a gente se vê no próximo post, valeu /,,/





23 comentários:

  1. LIXO! Black Metal não passa de lixo, coisa pra gente retardada e doentia. Da o cú pra Satan, se é que você acredita nele, pois em Deus não deve acreditar (oq forma um paradoxo irônico)

    ResponderExcluir
  2. Então beleza amigo, cada um com sua opinião valeu? ;] e na humildade e no respeito (y)

    ResponderExcluir
  3. eu curto black metal e acredito em Deus \o/

    ResponderExcluir
  4. eu gosto de black metal mas nao acredito em deus, so no pai-natal ( papai noel ai no brazil) looool

    ResponderExcluir
  5. ai no Bra"z"il? e você é de onde que mal lhe pergunte?

    ResponderExcluir
  6. vão brigar no orkut bando de peiga não toma espasso idiot!
    é facil falar prego e dificil é seguir!!!!

    ResponderExcluir
  7. caralho, vamo para de baixaria aqui! o Blog foi feito pra discussão civilizada, não pra barbárie pagã ¬¬

    ResponderExcluir
  8. você esqueceu de dimur borgir, burzum outras que são bem conhecidas e tem um som muito bom.

    ResponderExcluir
  9. Ah sim, de fato eu não pus algumas bem famosas :/ mas é que o tempo era curto e são muitas bandas ^^ mas vão ter outras postagens em que eu vou abordar o tema aí elas entam m/

    ResponderExcluir
  10. Olá, só passei pra dar os parabéns pelo trabalho.
    Metal Extremo é um estilo musical diferente do maioria dos outros estilos, é preciso as vezes ter um ouvido treinado e muito perceptivo para conseguir entender e capturar a mensagem musical.

    parabéns pelo post, esta no caminho correto, colocando a sua opinião e abrindo para debate.
    Peço que todos que tem algo de valor a dizer, q se identifiquem, pois postar anonimamente, principalmente para falar mal é covardia e mostra o quanto estão na realidade inseguros do que dizem.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. caralho, Nargaroth é nazi mesmo? putz não sabía, eu curto pra caralho. Mas quais evidências têm de nazismo neles, podería me explicar, abração...

    ResponderExcluir
  12. esse anonimato não passa de cristão vai toma no cu o black metal nunca foi pra vc seu verme

    ResponderExcluir
  13. vc é muito imbecil! desde quando, shagrath é do abissic hate e o dark funeral é naglfar...
    se informa antes, pra fazer uns comentarios ironicos que nem esses... ainda tem trouxa que acredita... é foda !

    ResponderExcluir
  14. o melhor de tudo, é que com isso vc só propaga o black metal...seu pobre de espirito !

    ResponderExcluir
  15. Falando de Abyssic Hate vc colocou uma foto do vocalista do Dimmu Borgir. Mas parabens pelo post.

    ResponderExcluir
  16. Curtir Black Metal e ser cristão é impossivel, como vc vai ouvir uma musica q vai totalmente contra os ideais cristãos??

    ResponderExcluir
  17. post about decessus

    ResponderExcluir
  18. Black metal e legal mas tem muito adolescente burro e poser que se acha satanista so porque ouve esse estilo. E isso que fode o metal mundial.

    ResponderExcluir
  19. Black metal e o verdadeiro metal
    quem fala q o black metal e lixo mas lixo ta sendo quem ta falando
    hail black metal

    ResponderExcluir
  20. lendo os comentarios aqui só reforça a idéia que aprendi com o manifesto de unabomber, sobre a sobressocializaçõa da psicologia esquerdista ser altamente nociva à auto-estima humana.

    pra mim a música vem em primeiro lugar, e cago totalmente pra ideologias. eu procuro seguir meu próprio caminho e ter minhas própiras idéias sobre como encarar a vida. minha idéia principal é a misantropia e metal extremo é algo totalmente misantropico por dois motivos: é música que pessoas comuns não suportam, e é música que diferente do grindcore, passa uma atmosfera altamente odiosa, o que separa uma banda como beherit de uma banda como carcass(primeiro lp) é justamente a escuridão e ódio passado pela atmosfera de um album como the oath of black blood. isso explica o elitismo do metal extremo indo num sentido oposto do grindcore extrovertido feito pra unir esquerdistas

    mas eu tambem sou bastante influenciado por um gnostico cristão chamado nessehan alita, porem pra mim a música vem em primeiro lugar, não sou filantropo mas tambem não sou satanista. acho que o satanismo não é tão egoísta assim quanto parece uma vez que o satanista faz de tudo pra conseguir a aprovação feminina, o egoísmo deles é só em relação aos homens. ja minha forma de ver a vida é baseada no foco em si junto com misantropia e misoginia.

    ResponderExcluir